FAnfic - Advento de Loki

Ir em baixo

FAnfic - Advento de Loki

Mensagem por Enryuu em Seg Ago 23, 2010 10:24 pm

Advento de Loki
Capítulo 1 – O jovem guerreiro


Era fim de tarde em Morroc, o sol já se punha no fim daquele deserto que só refletia calor, um garoto chegava só com roupas do corpo, com uma expressão de exausto, muito suado, já anoitecendo o garoto então desacompanhado entrou em baixo de uma cabana abandonada e adormeceu.

A luz já começava a iluminar as areias de Morroc, alguns comerciantes já iam armando suas lojas, não era tão movimentado quanto Prontera, mas a cidade também era um ponto de comércio um tanto favorável. Um garoto, de cabelos cor de vermelho sangue, muito sujo e esfarrapado acordava e caminhava pela cidade, pedindo dinheiro:

-Alguém podia me dar um dinheiro por favor? Estou morrendo de fome não como a três dias, eu imploro porfavor! – Gritou o menino desesperado.

Um homem bem grande que passava ali viu a situação e sentiu pena do pobre garoto, e foi dar alguma coisa para o mesmo.
O homem, antes de tudo perguntou ao garoto:

-Ei, qual seu nome amigo?

-Meu nome é Héllion, como se chama senhor?

-Me chamo Tungsten, sou um Lorde, olha Héllion, irei te dar esse dinheiro para você ir comer um pouco, e se quiser, ir ao campo de aprendizes e deixar de ser um pé de chinelo fraquinho e inútil.

-Heh, minha vida não vai ser a vida toda assim como estou agora, um dia vou mostrar para você, vou realizar meu sonho e ficar bem forte, mais do que você! Aposto!

-Hehehe, ok então garoto, um dia quero te ver famoso por aí, ta apostado!

O lorde então foi embora com uma cara risonha, se divertiu muito com a situação, e o garoto olhando admirado para o dinheiro e imaginando como comeria que nem rei com aquilo. Héllion depois de ir a um restaurante, encher a barriga e caminhar um pouco, resolveu finalmente pensar no que o lorde disse, chegou perto de uma mulher com um vestido longo, expressão sempre aberta:

-Olá, o que posso fazer por você jovenzinho?

-Me teletransporte para Alberta por favor!

Alberta era uma cidade portuária, onde era cercada pelo mar e era a cidade dos mercadores, lá também haviam algumas lojas dos vendedores, mas nada em excesso.

Héllion chegando na cidade, procurava por todos os lugares o navio que levava a ilha dos aprendizes, ele estava muito empolgado, por que quando era pequeno, ouvia muitas histórias de forasteiros e andarilhos, inclusive, uma delas, da ilha dos aprendizes, que era repleta de jovens guerreiros, alguns monstros de pequeno porte, e coisa parecida. Héllion correu a cidade inteira, e finalmente avistou o barco, que parecia já estar se aprontando para sair, ele olhou para suas costas, havia uma pequena bolsa, na qual tinha alguns equipamentos, mas ainda estava vestindo trapos, com vergonha, acabou por ir no próximo, no outro dia.
[center]


Última edição por Enryuu em Sex Set 03, 2010 5:03 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Enryuu
Um mero arruaceiro...
Um mero arruaceiro...

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/06/2010
Idade : 23
Localização : Japão - Província de Oyakata

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FAnfic - Advento de Loki

Mensagem por Admin em Ter Ago 24, 2010 10:09 am

Boa Enryuu.

Agora é bom só dar uma olhadinha na pontuação. Mas tá muito bom a história.

lol!
avatar
Admin
Transclasse -99/70 Aews !!
Transclasse -99/70 Aews !!

Mensagens : 149
Data de inscrição : 27/05/2010
Idade : 31
Localização : Recife

Ficha do personagem
Habilidade Inicial: 10
Nível de Magia: 12
Pontos de vida: 18

Ver perfil do usuário http://lendasdemidgard.forumais.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Advento de Loki - Capítulo 2

Mensagem por Enryuu em Ter Ago 24, 2010 3:44 pm

Advento de Loki
Capítulo 2 – Caminhos do Destino

Héllion andava por Alberta, com expressão decepcionada por que teve vergonha de encarar os outros aprendizes daquele jeito, então como já estava anoitecendo, ele foi procurar alguma estalagem, e ao olhar para o lado, forçou a vista e viu que uma senhora estava sendo assaltada, olhou para si mesmo, já vestido com armaduras de aprendiz pensou:
“deixar de ser um pé de chinelo fraquinho e inútil.” -È.. Aquele lorde irá ver! Vou ser o mais forte!
Héllion queimava em determinação e empolgação, e, sem pensar duas vezes correu com sua pequena adaga, e quando pensou em atacar os gatunos, já havia uma faca em seu pescoço, que fedia de sangue, era realmente assustador. Um dos bandidos veio em direção ao garoto que estava bambo de medo, pensou no que havia dito:
“um dia vou mostrar para você, vou realizar meu sonho e ficar bem forte, mais do que você!”
Não posso desistir daquelas palavras, não disse tudo em vão, com certeza, vou derrotar esses vândalos.

O gatuno, gritou com voz ameaçadora:
-Achou que podia ganhar da gente? Não me faça rir! Você é só um pirralho inútil! Agora já era, devia ter ficado com sua mamãezinha.
No momento em que o gatuno ia o apunhalar, ele em um instante passou uma rasteira no que o estava segurando, fazendo-o soltar a faca e fazendo o outro apunhalar seu companheiro, que sangrava continuamente, até cair no chão, morto.
Héllion estava pasmo com o que via, sangue transbordando, um verdadeiro terror, tanto para ele que ficou paralisado, e rapidamente o gatuno berrava de ódio e o xingava de muitas coisas, o garoto, ainda paralisado tremia com sua adaga na mão, a mesma caiu no chão devido a tremedeira do garoto, que com um grito do gatuno vindo em sua direção despertou:
-Essa nã- Foi interrompido quando a faca do homem passou de raspão em seu ombro:
-Quase não consegui desviar! –Pensou o garoto.
Seguidamente o gatuno golpeava, sem cessar, até que quando se distanciaram um pouco,
Héllion já não agüentava mais, estava exausto:

-Agora já era! –Disse o Gatuno
-Aarg! Droga, meu obro está doendo demais. –Gritou o menino

-Impacto ...De Tyr!
Uma voz ecoou pelo local, nas costas do gatuno apareceu uma estrela de cinco pontas enorme, o arremessando vários metros para frente, fazendo-o bater em uma parede que estava no caminho e cair no chão, desacordado.

Um homem, assim como o que havia dado o dinheiro á Héllion, vestia uma armadura muito pesada e grande, ele espalhava grandeza, e vinha caminhando em sua direção:

-Ei, menino, tudo bem? Se machucou?
-N-Não... Obrigado senhor - Disse o garoto, pasmado com o golpe que viu
-Eu estava vendo tudo, muita coragem sua, não é qualquer um que teria feito isso, a propósito, me chamo Kain Von Krieger, sou da guarda de Prontera, estou aqui por uma missão especial que me foi designada pelo rei Tristan III, e você, como se chama?
-Me chamo Héllion... Não sei meu sobrenome, não lembro de minha família...
-Ora, não fique assim, também vivi sem pais, e pode me chamar só de Kain se quiser, você é bem vindo no castelo do rei de Prontera quando quiser, por este tal ato de bravura, jovem Héllion, ah sim, quantos anos tem?
-Tenho 14 anos, Kain.
-Entendo... Então mais quatro anos até poder entrar na guarda de Prontera, sou o comandante, quando quiser falar comigo, é só dizer a qualquer guarda.
-Tudo bem. –Falou o garoto empolgado com o amigo que havia arranjado.

Héllion, distraído com tudo, não percebeu que já estava bem tarde, e que tinha que arranjar um lugar para dormir, o lorde então perguntou:

-Ei, você vai para a ilha dos aprendizes, não vai Héllion?
-Vou sim, senhor.
-Certo, gostaria de descansar em minha casa? Tem vários quartos lá, não faz diferença emprestá-lo um.
-Obrigado Kain! Te devo essa.

Os dois seguiram então para a casa do lorde, no outro dia, seria o dia em que Héllion iria para a ilha dos aprendizes, e teria que estar muito descansado.

Amanhecia em Alberta, o garoto ainda estava muito cansado, fora acordado pelo lorde bem cedo, e já ouvia o som do barco:

-O barco já está chegando! Obrigado por tudo Kain, um dia desses nos vemos novamente então!

Héllion entrou no barco, que estava bem cheio, levando uma nova geração de aventureiros.
avatar
Enryuu
Um mero arruaceiro...
Um mero arruaceiro...

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/06/2010
Idade : 23
Localização : Japão - Província de Oyakata

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Capítulo III

Mensagem por Enryuu em Ter Set 07, 2010 3:07 pm

Advento de Loki
Capítulo III – Uma Nova Jornada
Uma ajudinha para quem não sabe:
Héllion, um garoto sem condições e que estava pedindo dinheiro nas ruas de Morroc, foi ajudado por um generoso Lorde. Animado Héllion foi para Alberta pegar o barco até a ilha dos aprendizes, quando encontrou dois ladrões, e foi “tentar” detê-los, acabou sendo salvo pelo comandante da guarda de prontera, que estava a missão em na cidade de Alberta, chamado Kain Von Krieger. Héllion agora embarca no barco em direção a ilha dos aprendizes, segue abaixo.
___________________________________________________________________________________________________________


O barco estava muito cheio, movimentado e bastante barulhento, pois as crianças todas animadas corriam pelas velhas tábuas do barco, fazendo-as ranger. Era um barco que aparentava já ter sido muito usado, tinha alguns detalhes entalhados no mesmo.
Héllion estava muito animado olhando o horizonte, o mar e tudo em volta dele, ficou tão vidrado na paisagem que se apoiou muito na lateral do barco, quase caindo no mar, foi segurado por outro garoto.
O menino era baixo, tinha cabelos prateados e bagunçados na altura do ombro, e olhos azuis claros como o céu celestial. Só que diferente dos outros aprendizes, o jovem tinha uma espada entortada, aparentava ser difícil de manejar.

-Ei, ei... Calma ai que você vai acabar caindo no mar e é capaz de nem te perceberem se afogando, cuidado.

-Ahh... Desculpa, é que eu me distraí com o mar,se não fosse você ter me ajudado eu acho que estaria nadando com os peixes agora, obrigado.

-Disponha. A sim, quase me esqueço, que falta de educação minha, me chamo Cronos Priest, porfavor, me chame só de Cronos. E você?

-Me chamo Héllion, só Hellion.

-Bem...

-O que foi?

-É só que seu nome é meio diferente, nada demais. – Retrucou o jovem, duvidoso.

-Desculpe-me a curiosidade mas o que você quer se tornar? –Perguntou Cronos curioso.

-Bom... Agora que você tocou no assunto e-

Atenção jovens aprendizes, já estamos em nosso destino de viagem, desejo boa sorte em suas jornadas!E porfavor! Desçam com cuidado do barco!

O capitão anunciava a chegada à ilha dos aprendizes em voz alta, e todos do barco ficavam cada vez mais animados e impacientes, causando um verdadeiro caos, muitos caiam no chão, outros eram empurrados.
Entre esses, Héllion foi empurrado por um garoto alto e robusto, que o ameaçou em voz alta, fazendo todos ouvirem:

-Pirralho sonso presta atenção! Sai da minha frente quando eu tiver passando ouviu?- Disse o garoto, em um alto tom de superioridade.

-O que? Mas foi você que me em-

-Ainda não entendeu não é?

-Se falar assim com ele novamente, você é que vai apanhar. – Cronos disse em um tom calmo e sereno, sem nenhuma expressão.

-Olha só o outro, tudo bem, irão ser os dois então.

O garoto sacou sua adaga de aprendiz, e a apontou para Cronos, Que não mostrou reação alguma.

O delinqüente correu rapidamente em direção ao jovem, que nem se mechia, não tinha nenhuma expressão em sua face. No momento em que o menino ia atacá-lo, o mesmo só fez um suave movimento com a mão derrubando ambos, a adaga e o garoto.

-O que? Como pode? Eu sou o me-

Foi violentamente interrompido com um soco na nuca, fazendo-o desmaiar.

-Que saco! Toda vez me aparece um pentelho desse só pra me dar mais trabalho, ninguém merece. - Disse uma mulher que vestia uma armadura prateada que refletia a luz do sol, que tinha longos cabelos azuis, olhos castanhos, e uma pele suave, que não combinava em nada com sua pesada e exuberante armadura.

-Ei, você de cabelo de cabelos grisalhos, não é um aprendiz comum não é? Sei que estou certa, acredite, já vi muito jovem vindo aqui bem abaixo da sua capacidade. – Indagou a linda mulher.

-Não sabia que era proibido vir aqui sendo um aprendiz um pouco mais experiente.. – Disse Cronos em um tom de indiferença.

-Bem... Eu posso quebrar o seu galho, então me diga ao menos seu nome. – Exigiu a mesma.

-Me chamo Cronos Priest, da família nobre Priest, isso resolve?

-Perfeito. – Disse a guarda.

-Aiai, estou meio perdido no assunto aqui... Alguém poderia me explicar? – Indagou o garoto.

-Depois eu te explico, Héllion, vamos.

Ambos os garotos saíram correndo em direção ao campo de treinamento, que estava lotado de aprendizes matando os monstros e pedindo auxílio aos instrutores.

-Cronos da família Priest hein? Interessante.

-Onde você aprendeu a lutar daquele jeito?

-Já disse que depois te explico, você ainda precisa treinar mais...

__________________________________________________________________________________________________________

Só haviam sobrado os dois aprendizes no campo, já estava bem tarde, e todos já estavam dormindo em seus dormitórios. Héllion já estava bem forte comparado ao “pé de chinelo fraquinho e inútil” de acordo com Tungsten.

Héllion já estava ajoelhado no chão de tão exausto, ao contrário de Cronos que não tinha problemas para matar os monstros.

-Ei, beba um pouco, vai melhorar este seu cansaço – Dizia Cronos, dando um frasco com um líquido vermelho.

-Obrigado, Cronos, te devo essa – Disse o menino tirando a rolha do frasco e bebendo a poção.

-Melhor irmos dormir você já treinou demais, e amanhã teremos uma viagem cansativa até Alberta – Falou o jovem de cabelos grisalhos, preparando as coisas para irem dormir.

-Pode ir primeiro, daqui a pouco estarei indo também, vou treinar mais um pouco – Exclamou Héllion.

-Você que sabe – Falou Cronos, sonolento.

Só que ambos meninos não perceberam, que ao longe do horizonte, em frente a brilhante luz da lua, uma figura os observava, á espreita.

__________________________________________________________________________________________________________

@OFF
Mil Desculpas pela demora para postar, imprevistos aqui, imprevistos ali Rolling Eyes e talz, mas agora voltará a ser postada normalmente, para compensar irei postar outro amanhã.
Ah sim qse me esqueci, porfavor comentem! '-'
avatar
Enryuu
Um mero arruaceiro...
Um mero arruaceiro...

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/06/2010
Idade : 23
Localização : Japão - Província de Oyakata

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FAnfic - Advento de Loki

Mensagem por LucLock em Qua Set 08, 2010 9:40 pm

Cronos da família Priest, o killer fodão? kkkkkkkkkkkkk euri
Ta ficando muito boa a Fic, gostei.
Ansioso para saber quem é a figura á espreitar *-*
avatar
LucLock
Noob !! Participa mais do fórum...

Mensagens : 14
Data de inscrição : 01/08/2010
Localização : Em casa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FAnfic - Advento de Loki

Mensagem por Murilo Silver em Qua Set 08, 2010 9:42 pm

Kd eol nessa budega?

gogo cap IV !!


Última edição por Murilo Silver em Qui Set 09, 2010 5:48 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Murilo Silver
Noob !! Participa mais do fórum...

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/07/2010
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FAnfic - Advento de Loki

Mensagem por Enryuu em Qua Set 08, 2010 9:45 pm

Porra silver não fala kct Evil or Very Mad Mad Evil or Very Mad Mad Mad vc vai ver, adivinhem quem era o espião e com quem ele estava conversando albino
avatar
Enryuu
Um mero arruaceiro...
Um mero arruaceiro...

Mensagens : 51
Data de inscrição : 16/06/2010
Idade : 23
Localização : Japão - Província de Oyakata

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FAnfic - Advento de Loki

Mensagem por Murilo Silver em Qua Set 08, 2010 9:46 pm

quem se entregou foi vc... eu soh fiz uma pergunta /owned
avatar
Murilo Silver
Noob !! Participa mais do fórum...

Mensagens : 17
Data de inscrição : 16/07/2010
Idade : 23

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FAnfic - Advento de Loki

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum